Arquivo de agosto, 2012

Jornal de Domingo

Toda vez que vejo um exemplar do “Estadão”, penso na devoção que meu pai sempre teve pelo jornal de papel. Lembro dele contando que, quando criança, só podia tocá-lo depois que todos os adultos da casa o tivessem lido. Meu bisavô, o patriarca, era o primeiro. Tinha a mania de começar o jornal de trás pra frente, marcando com um lápis as notícias lidas para não se perder.  Na sequência, meu tio-avô podia lê-lo, seguido do meu avô,  e só depois as mulheres e as crianças. Aquela hierarquia bem típica das famílias italianas.

Leia mais »