Ainda Que Seja um Sonho

Sonho. Visão de outro mundo. Meu mundo. Pequeno, grande, sozinho, cheio de pessoas. Ora, por favor. Sim? Clarisse Lispector, não ! O mundo não começou com um sim. Sei. Você dirá. Eu acho que o não é mais provável. Sonho qualquer, qualquer um é sempre não. O que não aconteceu. Viagem, pagem, pasmem: todos sonhamos.

E no entanto, de que servem. Sério. São os sonhos que impulsionam os homens. Que tipo de sonhos? Todos. Paralisia enquanto dormimos. Um dia eu sonhei que estava viva. Sonho de realidade, de realizar, realizado, impossível. Não. Minto. Sonho não é impossível. Nunca. Impossível é sua realização. Outra vez. Realidade…

Não sei. Que nada sei. Será que Platão sonhava? Nem foi ele que disse isso, foi? Ele pode ter sonhado comigo? Eu já disse: nenhum sonho é impossível. Quer ver, Clarisse, como tudo começou com um não? Assim: Deus não quis preservar a Terra. Não imaginou que os homens pudessem destruí-la. Ah. Deixa pra lá. Você não vai cair nessa. Lógico. Você está morta (desculpe, mas é verdade). Diga: vocês sonham por aí? No ceú. Ou será que vocês vivem e nós sonhamos?

Alice ! Acorda ! Coitada. Caiu, caiu e foi parar no país das maravilhas. Quando Alice atravessou o espelho, a rainha vermelha contou que ela não conseguiria sobreviver, pois estava no sonho do rei Branco. Então, quando ele acordasse, ela desapareceria. Pobre Alice. Só Deus sabe como eu torci para que o rei Branco nunca acordasse. Até hoje o Rei não acordou.

Todavia, toda a via, todas as vias, quase todas as vias. Nenhuma das vias. O sonho. Todas elas. Grande Aretha Franklin. Com que será que Aretha sonhava? Com quem. Comigo também? Acho difícil. Ao menos, uma única vez sonhamos comigo. Eu também sonho comigo. O sonho é virtual? Bem, não é real. Então o que é? É sonho. Eu já sonhei que era Tomas Ripley. Eu. Justo quem. Patrícia Highsmith que o diga.

Foi aquele panaca do Ignácio Brandão que profetizou. Eu não verei país nenhum. Ninguém verá. Veja você. Às vezes passamos mesmo por ridículos. Ele com certeza. Minha certeza. Meu sonho. Sonho meu. Afinal, sabedoria popular: sonhar não custa nada. É. Pode ser. Tudo pode ser. Quem matou Odete Roitmam? Meu Deus. Mataram Odete Roitmam. Quem foi? Não o assassino. Odete? Roitmam. Quem foi? (dizem, as más línguas, que foi assassinada). E daí? Eu nasci também. Um dia. Isso sim é que conta. Sem falar dos sonhos.

Se Pedro veio para o Brasil a bordo de um navio, diga-me. Não sonhamos com o que não conhecemos. Sabe como os cegos sonham? Com sons, cheiros e figuras geométricas. Pedro Álvares Cabral. Gente pequena. Um sonho de passar de ano. Quinta série. Decorar a rota do tal Pedro. E aí, hein Pedro? Por causa de um sonho seu, há quinhentos anos atrás, e eu quase me ferro, hein? Então? Pelo menos meus sonhos não ferram ninguém. Afetam a humanidade.

Confusão. Quando eu morrer, tenho um sonho (acabo de confirmar – os mortos sonham sim. Desculpe Clarisse). Quero que contem meus neurônios. Como? E eu sei? Dêem um jeito. Quero por curiosidade. Minha mãe pode fazer uma aposta com as combinações. Análise combinatória. PA. PG. PCQM (princípio da conservação da quantidade de movimento). Associação. Sonho dissociativo. Associativo. Metafórico. Estrambólico. Meu.

Horas. Sem importância. Eu não posso controlar. Despertador. Acordo. De que? De um sonho. Para onde? Outro sonho? Realidade? Tanto faz. Sem você nada faz, tudo desfaz. Tanto faz, você foi só um sonho.

Compartilhe!

4 Comentários on "Ainda Que Seja um Sonho"

  • Rafael diz

    Gostei. Não desgostei. Saboreie o texto. Legal. Mas será que li? Ou foi só um sonho.

  • Ma diz

    Rafael, se vc acordar, foi um sonho. Se não, não sei. Se achar que acordou, por favor, tente dormir de novo. E continuar sonhando…

  • Rafael diz

    ……z z z z z z z z z z z z z z z z

  • Agnaldo Fumo de Almeida diz

    Será que sonhei, ou acabo de encrontrar um parente. Márcia, se for possível comunique-se comigo, através do e-mail: agnaldo.fumo@gmail.com, pois muito provavelmente temos um parentesco e gostaria muito de descobrir.

    Não é sonho….. é FUMO mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *