Democracia! Democracia! Democracia! Falei Certo?

Olá amigos, mais uma vez estou escrevendo. Acreditem, é a Segunda vez em uma semana. Aliás, essa semana por sinal, foi bem tumultuada com assuntos e questões eleitorais. Foi também a semana que mais ouvi a palavra democracia nas ruas. Milhares de jovens gritando “”Democracia!””, ou então “”Chegou a vez da democracia!”” e outras dezenas de frases elogiando e coroando a palavra democracia, mas nem em todos os casos, a democracia propriamente dita.

Sinceramente, achei um absurdo total todos esses jovens passarem a imagem de que finalmente a democracia aconteceu. Que ela aconteceu, não tenho a menor dúvida, mas por favor, ela está ocorrendo em eleições presidenciais no Brasil há mais de 13 anos! Não consigo me conformar no tanto de absurdos que vejo! Segundo o grande e inquestionável “”Aurélio””, Democracia é o Governo do povo; soberania popular. Ou então Doutrina ou regime político baseado nos princípios da soberania popular e da distribuição eqüitativa do poder. Resumindo, o direito do povo escolher o seu líder e governante. Simples.

Mas o que está aparentando é que é a primeira vez na história que a democracia acontece no Brasil ou pior, que votamos em favor da democracia, o que é um absurdo muito pior. Parece até que vivemos num regime comunista como Cuba, Fidel morreu e três ou quatro cubamos disputaram uma eleição pela primeira vez em mais de cinqüenta anos, realizando, pela primeira, a democracia para essa geração.

Ao escrever uma crônica é importante deixar claro que respeito a opção de voto de qualquer um, mas ao mesmo tempo acho muito importante os eleitores entenderem o que está se passando para que, caso o seu candidato seja eleito, saia nas ruas para comemorar um sangue novo no poder, com novas idéias e valores, além de tudo o que se leva em consideração na hora do voto, em vez de ficar gritando “”Democracia! Democracia! Viva a democracia!””. De qualquer forma, desejo toda a sorte do mundo para nossos novos governantes, mesmo não estando ao seu lado na hora do voto e ter torcido contra antes do resultado final das eleições, mas ao mesmo tempo torcendo agora, para que o seu governo seja excelente.

Aliás, condeno esse masoquismo social, aonde todos que não votaram no candidato eleito, fiquem desejando todo o mal e o pior para o país. Isso é ridículo. Somos uma nação! De forma DEMOCRÁTICA, como de costume nessas ocasiões, um candidato foi eleito presidente. Ele será o governante e ponto. De nada vai adiantar ficar xingando e secando o cara e seus eleitores, para que tudo dê errado nos próximos anos. Isso é tortura e burrice! Temos que desejar o bem necessário para que ninguém saia prejudicado e, caso a sua forma de governo entre em conflito com os interesses sociais, utilizar novamente a DEMOCRACIA para colocar outro governante no poder.

Não quero dizer que todos devem se conformar, muito pelo contrário, a manifestação com relação ao que está acontecendo é de importância vital para a nação. Acho que todos devem ter pensamentos positivos para o nosso futuro, acreditar muito em nosso país, mas jamais deixar de julgar ou criticar o governo, de forma construtiva ou destrutiva , para que cada vez mais a nação evolua, se desenvolva, encontre e corrija seus erros e supere tantos os problemas primários como os secundários, existente em qualquer país.

É por isso que eu digo, mesmo não tendo escolhido o novo presidente, que o Brasil tem potencial suficiente para se tornar uma grande potência mundial. Cada vez mais acredito nesse país e, também sei, que o imperialismo presente em qualquer outro país desse planeta não será eterno, ou seja, a nossa vez irá chegar, só depende de cada um de nós, brasileiros, para que chegue rápido e com força suficiente para superar todos nossos problemas sociais, ou melhor, praticamente todos, pois senão, não seria necessária a morte para se chegar no paraíso.

Compartilhe!

3 Comentários on "Democracia! Democracia! Democracia! Falei Certo?"

  • Diego Henrique M. diz

    Concordo com seu ponto de vista, o clima em torno desta “guerra” está cada vez ficando mais “pesado”, acho que o que falta, é os Americanos, encontrem um motivo concreto para atacarem…

  • Ludmila diz

    vc está sendo realista ou está se iludindo? O poder , qdo se trata de guerras, está no potencial bélico, daí a Russia subdesenvolvida ser chamada para as tomadas de decisões concernentes a esse assunto. Já o poder q comanda em outras ocasiões é o monetário, quero dizer, o poder que o dinheiro atrelada a tecnologia concede na tomada de decisoes entre países, principalmente em se tratando de países desenvolvidos x subdesenvolvidos. Nem sei mais o q queria dizer…hehehe AHhh lembrei! O brasil pe visto por vc como um país realmente emergente. Daí a pergunta: Ou vc está sendo realista ou se iludindo! Vamos ao que interessa: o Brasil é um grande país, com uma vasta riquesa natural (rios, solos), ou seja, tudo q se planta dá, temos agua potavel– motivo de guerra entre alguns países, só p se ter noção da importância), o clima é bom. Já temos 50% a nosso favor. Devido a essa riqueza , a investimentos e impostos arrecadamos dinheiro suficiente para investir em áreas carentes e principalmente, nas imprescindíveis para começarmos a ser chamados de EMERGENTES. Mas o que ocorre? A área social, importante para o cresimento real do Brasil, nao é eficazmente investida. Na maioria das vezes o “pouco” investido some para contas bancárias de pessoas escolhidas por nós e de seus ajudantes. Isso ocorre na menor cidadezinha do Brasil até a maior! Conhecemos os grandes roubos, mas e os pequenos? E somando tudo? E o que as pessoas fazem em relação a isso? Kd a democracia? A boa educação ,a longo prazo, gera o desenvolvimento. Sempre penso nisso. Pessoas com consciencia, cuidariam mais do meio ambiente, contestariam com argumentos mais fortes ou pelo menos saberiam como se procederem em situações comuns como de roubo!; exigiriam seus direitos , ou seja, exerceriam realmente a cidadania. Mas,enquanto nao é investido REALMENTE onde é importante e as pessoas q tem certo poder (como muitos professores, por ex) se acomodam e deixam de fazer sua parte, é difícil de acreditar que o BRASIL está emergindo… É um eufemismo para nao dizer que ele é subdesenvolvido…vamos fazer todos pensarem que o BRASIL está chegando lá, mesmo com toda a miséria, crescimento da população pobre (os pobres continuam tendo muitos filhos!! lembrando q 50 milhoes de pessoas sao ANAlfabetas), degradação do meio ambiente etc. A ilusão pode cegar!

  • Ludmila diz

    opa … riqueza nem sei mais se errei alguma palavra ae, mas o que vale eh a idéia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *