Hello Minney!

Após o sinal diga seu nome e o país de onde está falando (sinal)

– É Jaime dos Estados Unidos.
– Oi Jaime!
– Oi querida tudo bem?
– Ótimo. Como foi de viagem?
– Foi boa. Um pouco de turbulência quan…
– Ah que bom. Já está no hotel?
– Já sim. Cheguei faz uma meia hora. Querida, você tem que vir junto comigo pra cá da próxima vez. Esses hotéis da Disney são ótimos.
– Ah sim lógico. Olha não vai esquecer da minha lista de compras hein.
– Pode deixar. Mas pensa com carinho em vir pra cá comigo. Seria nossa segunda Lua de Mel. Deixamos a pequena com a minha Mãe. Você sabe que ambas adoram, a coroa cozinhando guloseimas e a pequena consumindo todas.
– É, é, pode ser.
– Falando nisso deixa eu falar com a gorduchinha.
– Ela já está aqui me enchendo o saco que quer falar com a Minney.
– Minney?
– É. MickEY, MinnEY.
– Ah claro. Passa pra ela então.

– Alô!
– Oi filhinha!
– Oi pai.
– Oi pequena. Tudo bem?
– Tudo pai. Quero falar com a Minney.
– Já vou passar pra ela.
– Passa agora! Porque não posso falar com ela agora?
– Ela tá no banheiro pequena, jajá fala com você.
– Humpf!
– E aí tem feito as lições direitinho? Obedecido as professoras?
– Ahã. A Minney já saiu do banheiro?
– Tá lavando a mão.
– Humpf!
– E aí? Tem tomado banho todos os dias? Comido direitinho?
– Ahã. A Minney pai!
– Calma pequena, não quer falar nem um pouquinho com o papai? Ele tá morrendo de saudade.
– Pai, não enche, eu PRECISO falar com a Minney. Dá pra passar pra ela?
– Tá bom, tá bom, já vou chamar. Minneeeey!

(Pai começa a fazer a voz da Minney, ainda que pareça muito mais com a voz do Lobo Mau imitando a vovozinha)

– Oizinho!!!
– Oi Minney. Tudo bem?
– Tudo, e você?
– Tudo bom. Minney quantos anos você tem?
– Er…meu aniversário foi legal. Você gosta do meu vestidinho de bolinha?
– É bonito sim. Você tem que ir pra escola também Minney?
– Tenho sim. Todo dia. E Você, tem feito suas lições?
– Tenho sim.
– Muito bem. A escola é importante porque…
– Mas Minney, cadê o Mickey?
– Er…eh…ele não está aqui, foi até o mercado.O Pluto tá aqui, quer falar com ele?
– O Pluto não fala Minney.
– Hehehe, te peguei. Era pra ver se você está esperta.
– Ah…
– Mas e aí mocinha, ta com saudades do seu papai?
– Mais ou menos.
– Porque mais ou menos?
– Ah, porque ele é chato.
– Chato? Porque? Acho ele tão legal.
– Eu acho chato. Não deixa eu fazer as coisas que eu quero, me manda pra escola, me obriga a tomar banho.
– Ah, queridinha, mas ele só quer o seu bem.
– Humpf!
– Todos os pais são assim.
– Não são não.
– Não são?
– Não.
– São sim. Pode olhar os pais de suas amiguinhas, são todos assim. Ou você conhece algum que não é?
– Conheço.
– Conhece? Qual?
– O meu.
– Ué, mas você disse que seu pai era chato.
– Não esse que tá aí. Esse é chato. O que é legal é o outro.
– Outro?
– É.
– Mas você não tem outro pai. Não está confundindo com o vovô?
– Não! É pai mesmo.
– Acho que está confundindo nenê.
– Não sou nenê, e não estou confundindo nada.
– Tá sim.
– Que saco Minney. Não tô.
– É que você ainda é novinha, não entende…
– Peraí então que vou chamar ele pra falar com você.
– HEIN? Ele tá aí?
– Tá sim, lá no quarto com a mamãe: PAIÊÊÊ!!!

Compartilhe!

12 Comentários on "Hello Minney!"

  • Marilene diz

    Se ele tivesse ficado no mundo da fantasia não teria entrado bem … Um beijo filhão amei.Te amo hoje e sempre

  • Thaís diz

    Bom, a mãe pode te-la proibido de contar ao pai, mas sobre a Minney, ela não falou nada! Hehehe.Ficou excelente!!!!!

    Te amo! Beijos!

  • Murilo Boudakian Moyses diz

    Aee, quem mandou ser curioso

  • Gabriela diz

    Ótima, muito boa mesmo, rs.

  • diz

    Coitado do pai, de Minney virou Pateta.

  • caraaaamba! hahahaah demais!

  • malena diz

    HAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHA

    demais!

  • Na boa, ótima crônica! Ri muito aqui (e isso é mal, já que estou no escritório e tenho de me controlar). Coitado do cara, mas coitada da menina também, ter dois pais. Dia dos Pais? Dois presentes! Dois aniversários de pai no ano, duas broncas, dois sermões, dois caras catando sua mãe, hehe. Gosto muito de textos contruídos quase que exclusivamente com diálogos, mas é uma faca de dois gumes:se ele não fica bom, é porque está péssimo, se fica agradável, é porque está ótimo. Em textos assim não há meio termo.E o seu é agradável, ou melhor, ótimo! Abraços.

  • Verônica Almeida diz

    Nossa! Essa foi demais…Parabéns, Kris!

    Continue escrevendo…

    Bjs!

  • Andrea diz

    mto boa!!!

  • Kris diz

    Muito Obrigado a todos pelos elogios. E agradeço em principal a Walt Disney que fez com que tudo isso fosse possível.

  • maria lucelia batista ferreira diz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *