Tem que ter respeito

– Então, vocês foram lá?
– Graças a Deus, não agüentava mais ficar na Internet fechando pop-up de site pornô.
– Se não tivesse largado a Dóris.
– Ah não dava mais.
– Você já reparou que toda vez é a mesma coisa? Sempre o mesmo papo.
– Ok, ok. O que vai fazer agora? Cobrar minha lição de casa Papai?
– Não tenho filho desse tamanho não.
– Então posso falar do puteiro agora?
– Fala, fala. Como foi? Bom?
– Bom? Fantástico. Como sempre aliás. Aquele lugar seria o paraíso se não fosse um inferninho.
– Bom assim é?
– De “prima”.
– E quem foi da galera?
– Fui eu, o Pereira, o Toshiro e o Adolfo.
– Caramba, até o Pereira vocês arrastaram pra lá?
– É, ele tava de frescura mas demos um jeito, diz ele que foi por causa do sushi. Antes não tivesse ido.
– Porque não? O que rolou?
– Bem, foi o seguinte. Chegamos lá e o Adolfo, já sabe né, subiu logo pro quarto com a primeira loira cavala que passou na frente. O resto de nós ficou no camarote reconhecendo o terreno. Minha gordinha chegou e sentou no meu colo.
– Ainda não te entendo com essas gordinhas.
– O que não entende?
– Você vai pro puteiro pra ficar namorando? Ainda mais uma gordinha?
– Quer coisa melhor? Sentar, beijar na boca, falar sobre a vida. Daí, depois de algum xaveco em que ela me convence que está fazendo aquilo tudo por amor, nós subimos. Tiro a roupa dela e sinto um gostinho de realidade. Ok, confesso que algumas vezes ao tirar a roupa delas percebo que peguei pesado. Mas, faz parte do jogo.
– Cada um com sua loucura. Mas me conta, o rolo do Pereira.
– Ah é. Então, depois que minha gordinha chegou, o Toshiro e o Pereira foram se arrumar. Aí é que fedeu. O Pereira encasquetou que ia subir com a namoradinha do Toshiro.
– Hein?
– É, o Toshiro sempre que vai lá sobre com a mesma menina. É a namoradinha dele. O Pereira inventou que queria subir justo com ela.
– Um minuto, a gente tava falando de puta, não?
– Ainda estamos.
– Então porque você ta se referindo a menina como namoradinha? E pior, se incomodando que o outro queria dar uma chapiscada nela.
– Isso é errado. Amigo não pode comer a namoradinha do outro.
– Ela é uma puta cara, o mundo come a “namoradinha” do Toshiro.
– Mas não são amigos dele. Namorada é namorada.
– A namorada do Toshiro é a Toshira. Só ela. Ela sim deve ser respeitada. Pelo menos pela gente, já que ele não respeita.
– Você acha que ele não respeita ela?
– Porra, o cara tem uma namoradinha num puteiro.
– Aha, agora você concorda que é namoradinha.
– Sei lá, que seja. O que quero dizer é que se trai não respeita.
– Ah, para de bobagem. Desde quando comer puta é trair?
– E não é?
– Não.
– Mas e se eu quisesse subir com a sua gordinha? Seria traição?
– Lógico. Das piores inclusive. Tenho sentimentos ora.

Compartilhe!

5 Comentários on "Tem que ter respeito"

  • Thais diz

    aposto que se a Toshira saisse com um garoto de programa seria traição. mais uma coisa que eu nunca vou entender nos homens…. cada conceito viu?

    te amo!

    beijos

  • malena diz

    interessante a lógica dele! heheheh

  • diz

    Complexo…

  • william diz

    ronaldo

  • william diz

    ronaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *