Customs

Seu sonho era conhecer a América, quando teve oportunidade não desperdicou. Mesmo não dominando o idoma, sabia que como bom brasileiro daria um jeito. Ele se virava.

Quando chegou a imigracão entregou o passaporte ao funcionário e começou o interrogatório (traduzido aqui para melhor entendimento)

– Esta nos Estados Unidos com qual objetivo?
– Ahn?
– Negócios ou Turismo?
– Ahn?
– Veio trabalhar?
– Yes.
– Com que você trabalha?
– Ahn?
– Com que você trabalha? Você tem um visto de turismo, tem certeza que veio a trabalho?
– Ahn?
– Você fala inglês?
– Yes.
– Então me responda. O que veio fazer aqui?
– Mickey.
– Ok, então veio conhecer a Disney. Quantos dias pretende ficar?
– Yes.
– Não senhor, o senhor não me entendeu, quantos dias vai ficar por aqui. Quando vai voltar para o Brasil?
– No.
– COMO ASSIM NÃO?
– Yes?
– Quando meu senhor? Quando?
– Ahn?
– Olha, vou colocar para você uma permanência de 20 dias que é o padrão.
– No.
– Precisa de mais dias?
– No.
– Então vou colocar para 20 dias.
– No.
– O senhor acha que estou aqui pra brincadeira?
– No
– Então o quê?
– Mickey.
– Já chega, não estou aqui para isso. Vou chamar os guardas se você não parar de brincar. Vai continuar brincando?
– Yes.
– Você quem pediu, agora terá que se entender com as autoridades americanas, e espero que com elas ao menos demonstre um pouco mais de respeito pelo nosso país.
– Ahn?

Os oficiais chegaram e o deportaram. Ainda no avião, voltando para o Brasil pôde de soslaio enxergar o castelo da Cinderella.

Compartilhe!

2 Comentários on "Customs"

  • Thaís diz

    Que história tristeee! Ele só queria ver o Mickey e a “Minneyyyy” (Minnie) Hehehe.

    Te amo.

    Beijos

  • diz

    que anta! bem feito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *