Como andar de bicicleta

– Numa boa, eu já te falei o que é isso.
– – O que?
– Estamos ficando velhos.
– Isso é bobagem. Temos só 30 anos. Não é o suficiente para causar todo esse estrago. Ou é?
– É isso sim. Para sobrevivermos aos 40 temos que nos mexer já.
– E vamos fazer o que?
– Exercício. Chega de ser sedentário.
– Putz, não tem outro jeito não?
– Que outro jeito?
– Sei lá. Um comprimido, uma massagem, ou uma injeção que seja.
– Caramba. Você prefere tomar uma injeção do que fazer exercício?
– Claro. Todo mundo. Você vê, de graça, até injeção na testa, mas nada de correr na esteira…
– Faz sentido.
– Todo.
– Mas não tem jeito não. Nosso problema só se resolve com exercício. Escolhe um aí.
– Ah, sei lá. Qual que tem?
– Como qual que tem? Você quer o que? Um cardápio de exercícios?
– É assim que entendo o mundo. Cardápios ou catálogos.
– Bem, então vai ter que aprender uma coisa ou outra agora. Não se precisa de cardápio para fazer exercício, está em nossa natureza.
– Cara, numa boa, minha ligação mais próxima com a natureza é o tabaco do meu charuto.
– Ok. Vou facilitar pra você. Você pode correr.
– Correr de que? Pra onde?
– Só correr.
– Mas por qual motivo?
– Pra fazer exercício.
– Não faz sentido. Se for correr tem que ser para algum lugar.
– Não precisa. Você pode correr na esteira.
– Ah sim, agora faz sentido. Vou ficar me matando de correr para não sair do lugar.
– Ta bom , ta bom. Então nada.
– Nada? Ótimo, isso eu sei fazer bem.
– Palhaço. Natação. É o exercício mais completo que existe.
– Ah, eu não acredito em natação. Acho que não é exercício.
– Como assim?
– Não acredito num exercício que não te faz suar.
– Mas você está dentro da água, como poderia suar.
– Não me importa. Só é exercício quando sua. Isso eu sei. Vi na ESPN.
– Falaram isso na ESPN?
– Não. Mas é a única fonte que lembrei.
– Numa boa. Chega.
– Ótimo, paramos com essa besteira então.
– Paramos vírgula. Você parou. Eu vou fazer exercício.
– Pó.
– Pó o que?
– Achei que estávamos juntos nessa.
– Nessa o quê?
– Ah, nessa. De morrer com 40.
– Não, eu tenho muito o que fazer ainda depois dos 40.
– O que por exemplo?
– Escrever um livro, plantar uma árvore, ter um filho…
– Blé. Bando de coisa sem graça.
– Pagar mais barato por ser idoso.
– Hummm. Verdade.
– É.
– Me convenceu. Me ajuda aí. Eu faço exercício. Faço o que você fizer. É só falar.
– Vou andar de bicicleta.
– Ah, isso eu não posso. Já faz muito tempo que não ando. Esqueci como faz. Melhor deixar pra lá.

Compartilhe!

4 Comentários on "Como andar de bicicleta"

  • Olha … por enquanto, tou contando com a tal injeção!
    Ae Mamute! Retomando o tônus! Não pára, não pára, não pára não!

  • Imagina que outro exercicio ele ja nao faz tambem!!
    Adorei a cronica!!!
    Grande abraço sedentario…

  • diz

    hahahahahahahaha.
    talvez vocês gostassem de um tipo de aeróbica bem interessante lá nos EUA, onde enquanto malham as pessoas fazem streap-tease.
    ;)

  • krika diz

    Adorei suas crônicas, em especial ‘quer namorar comigo’.

    Hum, andar de bicicleta? Nunca esquece?! rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *