Jambaman, meu amigo.

–    Uma pipoca grande e duas Fantas grandes.
–    Opa, com licença.
–    Pois não.
–    Pó cara, eu te sigo.
–    Hein?
–    Eu te sigo cara. Você não me segue, mas eu te sigo.
–    Numa boa, eu vou chamar a segurança.
–    Calma. Você não está entendendo. Eu te sigo no Twitter. Acompanho seu blog escuto seu Podcast. Você é o Six não é. Criador do zebragritando.com.br.
–    Sou eu mesmo. Cara, você me assustou. Mas como me reconheceu?
–    Pelas fotos do seu perfil do orkut.
–    Ah é, verdade.
–    E aí, comprou aquele monitor que tava querendo?
–    Hein, mas como…
–    Vi seu post sobre. Que tava trocando de monitor e que tinha ficado puto com o que você tem porque queimou pela terceira vez em dois meses.
–    Ah é verdade. Tinha esquecido que tinha postado sobre isso.
–    Postou sim. Foi depois daquele dia que você tinha comentado sobre a dificuldade que estava tendo em convencer sua namorada que não curtia fio-terra. Alias, essa é ela?
–    Errr…é….mas deixa pra lá…
–    Prazer em te conhecer Six Girl.
–    Olha cara meu filme já vai começar.
–    É, eu sei. Você twittou agora há pouco que tava na sessão das 22:20.
–    Isso. Tenho que ir. O Jambaman ta me esperando.
–    SABIA!
–    Deus, não precisa gritar. Sabia o quê?
–    Sabia que conhecia aquela voz.
–    Hein?
–    Não. É que eu tava ali na bilheteria e ouvi uma voz. Sabia que conhecia aquela voz. Mas olhei a pessoa e não reconheci.
–    E?
–    E, que era o Jambaman. Como ele não tem foto no orkut não sabia como ele era. Mas como sempre ouço o Jambacast reconheci na hora a voz dele.
–    Você reconheceu o cara pela voz?
–    Isso. Ouço toda semana. Reconheceria aquela voz até tomando banho.
–     Hein?
–    Nada não, deixa pra lá.
–    Então tá bom. Vou lá assistir meu filme.
–    Vai lá, mas não esquece de ir no banheiro antes hein. Lembro até hoje daquela vez que você falou que tava com vontade de ir no banheiro mas invés de sair acabou pegando o braço da cadeira e…
–    Shhh, shhh. Deixemos isso no passado. Deus me livre.
–    Hehehe, tudo bem, não conto pra ninguém.
–    Acho que não vai adiantar muito. Mas beleza.
–    Hehehehe, você é mais engraçado ao vivo.
–    Obrigado. Agora eu tenho que ir mesmo.
–    Beleza, mas posso te perguntar um coisa?
–    Fala.
–    Qual é seu nome de verdade?
–    Não me leve a mal cara, mas nem te conheço, quem sabe isso são só meus amigos íntimos.

Compartilhe!

2 Comentários on "Jambaman, meu amigo."

  • “Íntimos”, você diz. Que medo! Isto está perto de acontecer…

  • Esses dias estava pensando como deve ser fácil para um sequestrador escolher um vítima no twitter…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *