Mulheres com gatos.

– Não, você não entendeu. Não tenho medo de gatos.

– Então o que?

– Tenho medo de mulheres com gatos.

– Por qual razão?

– Muitas. Confia em mim, sei o que to falando. Já saí com diversas mulheres que tem gatos, e te digo que é encrenca.

– Mas todas???

– Não todas. Não é um lance absoluto. Mas assim, quando a mulher que tem gatos é louca, ela é verdadeiramente louca.

– Louca pode ser bom.

– Não nesse sentido. No sentido, “Glenn Close” louca. Quer dizer, eu até gosto de uma “Glenn Close”. Na real elas não são loucas. São estranhas.

– Estranhas como? Mulher em geral é estranha.

– Assim, parece que elas e seus gatos tem uma ligação. Tipo, não são só bichos de estimação. Rola um pacto. E fazer pactos com gatos não é uma coisa boa pra gente.

– Ah, mas isso até poderia ser bem explorado. Se a mulher se entende tão bem com um gato, que é um bicho que não dá tanta atenção, tem vontade própria, não baba pela dona. O bicho é livre por natureza.

– Tá, até concordo. Mas procura uma mulher que deixa a porta de casa aberta.

– Não deixam?

– Nem a janela, brother. Se vacilar o bichano vaza. Não volta mais.

– Verdade.

– Alem do que, tinha uma que deixava o danado do bicho dentro do quarto enquanto a gente transava. Você não sabe o que é dar uma com aqueles olhos fixados em você.

– Nossa. “Creepy” essa parada. Que mina fez isso?

– A Talita.

– Porra! Mas você ficou um puta tempo com ela. Porque não deu fora antes?

– Ah, era difícil. A mina achava que eu era o mais foda do Universo na cama. Não me deixava em paz.

– Jura? Achei que você era um puta de um preguiçoso.

– Eu sou. Ela só achava isso porque eu não gozava nunca. Como ia conseguir, com aquele bicho me encarando.

– Hahahahaha. Mas não dava pra fingir que ele não tava lá?

– Não adianta. Mesmo que você vire pro outro lado sabe que ele ainda está lá. Te olhando bolinar a dona dele. Planejando a vingança quando ele cravaria as unhas em suas bolas.

– Deus me livre!

– É, não é fácil.

– E apagar a luz?

– Cê ta louco? A porcaria dos olhos deles brilham no escuro.

– Verdade.

– Por esses e outros motivos que agora eu só mexo com mulheres que tem cachorro.

– Muda tanto?

– Opa. Elas já estão acostumadas. O bicho é burro, fica excitado até com almofada e não tem a melhor higiene do mundo.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *