Caro príncipe, Cara princesa

“Caro príncipe, nunca me casarei contigo. Não me forçarão a este infeliz casamento! Eu já tenho meu amado. Seu nome é Carlão e ele luta Jiu-Jitso! Caso tu te metas a besta comigo, eu hei de chamar o Carlão para encher-te de porrada!”

“Cara princesa, compreendo tua dor e também não concordo com casamentos arranjados. Ainda mais de completos desconhecidos como nós. Não precisas inventar um caso com Carlão para fugir de tal obrigação. Casamento envolve muito mais que política e negócios. Estou lutando firmemente contra essa nossa união.”

“Caro príncipe, muito me surpreende que descobriste meu caso inventado com Carlão. Surpreendeste ainda mais a tua convicção contra nosso casamento arranjado. Saiba que sou a mais bela do reino e herdeira única de todas as terras de meu pai, o Rei.”

“Cara princesa, acredito em tua tão famigerada beleza e tão cobiçadas posses. Mas mesmo sendo bela e próspera, acredito que o amor verdadeiro vai além disso.”

“Caro príncipe, não compreendi tua última mensagem. O que não tenho para conquistar teu amor?”

“Cara princesa, certamente és uma mulher virtuosa, mas o processo de conquista é mais árduo e demorado que um simples arranjo entre nossos pais.”

“Caro príncipe, se queres do modo mais difícil, então devemos nos encontrar.”

“Cara princesa, aprecio teu honroso convite, mas infelizmente terei que recusar. Muitos compromissos me impedem de participar de tal encontro.”

“Caro príncipe, não me deixes esperando. Já estou apaixonada por ti. Quero casar-me, ter muito filhos e viver ao teu lado.”

“Cara princesa, não compreendes que não posso encontrá-la. Estimo-te como grande amiga.”

“Caro príncipe, não se pode entender os homens. Todos correm por qualquer rabo de saia. Quando resolvo me entregar, recusam?”

“Cara princesa, minha intenção nunca foi essa. Não posso te aceitar pois meu coração à outra pessoa pertence.”

“Caro príncipe, quem é essa meretriz que tu andas saindo?”

“Cara princesa, peço-te que não mais profiras palavras de tão baixo calão em relação à minha pessoa amada.”

“Caro príncipe, saibas que és uma cobra. Conquista-me com teus joguinhos para depois me trocar por qualquer pecadora que encontras.”

“Cara princesa, peço-te que não mais me escrevas.”

“Caro príncipe, não me deixes! Tu és minha luz, és meu raio, és minhas estrelas, és meu luar. És uma manhã de luz. És meu iá-iá, és meu iô-iô. Larguei tal mulher da vida e casai comigo!”

“Cara princesa, nunca me casarei contigo. Eu já tenho a pessoa amada. Seu nome é Carlão e ele luta Jiu-Jitso! Caso tu te metas a besta comigo, eu hei de chamar o Carlão para encher-te de porrada!”

Compartilhe!

5 Comentários on "Caro príncipe, Cara princesa"

  • paulo diz

    muito engraçado, caro leopoldo.

  • Anônimo diz

    Leo, posso dizer q vc conhece mesmo algumas mulheres…

    um bjo com gosto de 08/03/02 dia internacional da mulher

    Lulu

  • Barbara diz

    Muito bom!! Parabéns! Tem muita princesa por aí que nem chamando de meu iá-iá, meu iô-iô, consegue arranjar um principe (espero não chegar a esse ponto…)

    Beijo.

  • Rindo a valer com o caro principe, cara princesa. E eu sonhadora como sou pensando em um final feliz pros dois… que finalmente o principe diria que era apaixonado por uma camponesinha linda e que a princesa dizia ser ela a tal que disfarçada de camponesa voava pela floresta em busca de um grande amor… e viveriam felizes para sempre.. ahhhhhhhh sonhos de borboletas… (e pela data dos comentários acima… 2002!!! nossa! como demorei a te descobrir).

  • Cynthia Israelly diz

    Muito boa crônica,concordo com o comentário acima,imaginava um fim totalmente diferente para os dois,me surpreendi com o romance do príncipe com o tal CARLÃO.Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *