O “a nivel de” conquistou seu coração? Então prepare-se

“A nível de mundo globalizado, nossa empresa a nível de vendas tem atingido um crescimento a nível de aumento de vendas. Portanto, a nível de reconhecimento enquanto bônus de final de ano, estamos muito bem.

Voltando tudo:

Por causa da globalização, as vendas da nossa empresa vêm aumentando, portanto, nosso bônus de final de ano deve ser muito generoso

Por que? Por que? É tão fácil escrever sem “”a nível de””… Você economiza palavras, economiza tempo e ainda por cima não irrita o leitor, que não tem nada a ver com a Tia Jurema que te ensinou português errado. Aliás, nem é culpa da Tia Jurema, é culpa das pessoas que te cercam, que vivem falando esses jargões empresariais.

E ainda por cima se defendem: “”Pode estar errado, mas facilita a comunicação”” ; “”todos falam assim, devemos nos adaptar”” ; “”A nível de português esse é um erro perdoável””.

Isso pode ser muito prejudicial já na raiz. Imagine uma entrevista com um estagiário recém formado.

– Bom dia, fulaninho. Seja bem vindo à SOMOSGRANDESPRABURRO Corp!
– Bom dia, Dona Cristina.
– Fulaninho, a nível de línguas como é seu inglês?
– Bom.
– Bom a nível de writting, reading ou listening?
– De todos.
– Ah, muito bom. A nível de inglês você é fluente? Experiência profissional..
– Bem…
– … Assim, a nível do que você já fez por aí.
– Eu estagiei na agência NAOLIGODETORRAROSEUDINHEIRO.
– Quem bom fulaninho. É uma das melhores a nível de agência, parabéns! Tá empregado fulaninho. Começa na segunda.

Aí o animado rapaz chega em casa

– Mãe! Paiê! Consegui um trabalho.
– Que bom filho, como é?
– Bem, a nível de salário não é bom, mas a nível de experiência eu vou aprender muito…
– Te falei Maria que aquela escola não era boa!
– A culpa não é minha!
– Mãe, pai, calma! O que foi?
– A nível de português, você está muito mal.
– Mas pai…
– Nem mas, nem nada, onde já se viu ficar falando errado!
– Mas…
– Chega! Não ouviu seu pai? Vá para o quarto e só volte quando parar de falar “”a nível de””.
– Falando desse jeito ele não vai ser nada na vida.
– Que vergonha. “

Compartilhe!

10 Comentários on "O “a nivel de” conquistou seu coração? Então prepare-se"

  • Ricardo diz

    Pois é, eu não vou estar comentando esse seu texto, a vivel de cronica porque. com certeza, vcê já está podendo imaginar o que eu penso disso tudo !

    Isso aí mamute !! meu “Pois é ….” também é revoltado com um erro desses!

  • Dani diz

    Você só se esqueceu de citar o complemento que, no caso de atendimentos de agência, é quase obrigatório do “a nível de” – o famigerado “enquanto”. A nível de proposta, enquanto campanha, acho interessante…

    Blergh!

  • manda diz

    que meda! e tem a boa e velha combinação explosiva de “a nivel de”, “enquanto” e os gerúndios :D oioioi

  • Anninha diz

    “A nível de”: a nível de writting e speaking, eu diria que é um erro imperdoável; a nível de listening e reading, vai do nível de importância que o “autor” da tão batida pérola representa… em geral, nem vale a pena comentar, mas se for “o cara” (ou “a mina”, p/ os boys) que solta uma destas, eu choro!!!!

    Tá mto legal, Mú!

  • Jacaré diz

    Gostei do nome da agência.

  • Marina diz

    a nivel de professor da faculdade enquanto um profissional que deveria falar direito pra mim nao ficar meia irritada, estou tendo que me acostumar com isso. Infelizmente…

    adorei

  • Kris diz

    Cara minha primeira professora se chamava Tia Jurema…ou iracema…não…Jurema mesmo

  • Guilherme Balan diz

    haha, gostei! meus parabéns. realmente quando seu superior fala pior que você fica difícil querer corrigir as pessoas. um abraço

  • dilsonagama@yahoo.com.br diz

    E

  • Tia Jurema diz

    Olha, para alguém que pretende ou clama por um bom português, precisa ater-se a concordância. Meus alunos sabem que voce concorda com “lhe” e não com “te”. Eu recomendo que voce volte para minhas aulas urgente que vou lhe ensinar corretamente desta vez. :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *