Meu Último Pedido

“Pode se assustar mesmo. É isso que você está pensando. Está é minha carta de despedida, um clichê do suicídio comum. Mas sendo eu um homem comum, nada mais justo. Só tenho um pedido, que pode ser realizado após minha morte, mas não antes do meu enterro. Algo produtivo, prometo.

Você deve estar se perguntando por que eu me mataria. Afinal, eu sempre fui muito feliz, nunca aparentei depressão e sempre aproveitei a minha vida, quase numa filosofia de carpe diem. Bebi, fumei, namorei, estudei, trabalhei e bebi de novo. Não há motivo aparente, é verdade. Porém, os que não podemos enxergar são os piores.

Eu bem que entendo porque os japoneses se suicidam muito. A gente sempre escuta: “”eles são loucos””, “”não lidam bem com o fracasso”” e outras coisas mais. O problema, na verdade, é que o japoneses estabelecem metas e punições. Ou eu faço isso, ou me mato. Ou passo na prova, ou me mato. Nunca vou ser instalador de telefone. A teoria se fecha quando constatamos o compromisso desses indivíduos com essas metas. Eles fracassam, eles se matam.

Comigo foi a mesma coisa. Consegui muitas coisas boas na minha vida. Minha família, a que eu faço parte e não criei, é ótima. Não há do que reclamar. Tenho muitos amigos, são ótimos, divertidos, inteligentes, quase irmãos. Nesta área também não tenho do que reclamar. No campo do dinheiro, tenho muito mais que muita gente, mas tenho muito menos do que gostaria. È difícil conviver com isso. No campo do amor, o fracasso é total. Não consigo entender as mulheres. Impossível.

Pois bem. E se eu disser que ter muito dinheiro e entender as mulheres são metas claras na minha vida? Isso explica muita coisa. Esses dias eu parei para pensar. Será que vou ficar rico? Não. Um dia, quem sabe, quando eu tiver 100 anos, vou entender as mulheres? Não. Para que viver, então?

Minhas metas se tornaram distantes e perdi minha motivação. A paciência já havia perdido há algum tempo. Não tenho mais nada a dizer. Espero que você não esteja chorando, odeio gente que chora.

Finalmente, por favor, publique está crônica, a última.”

Compartilhe!

7 Comentários on "Meu Último Pedido"

  • Ma diz

    muito pesada!!!!!

  • malena diz

    se vc alcançasse tudo o que quer aí é que iria se matar! invente metas novas. tipo: descobrir um jeito inédito de se matar… he he…

  • Paulo diz

    Deixa de drama, ô mané!!! :D

  • Bang!

  • Kris diz

    hehehe…adoro o lado mórbido das pessoas…

    é isso aí murilão…

  • Ricardo Alter diz

    Vc me assustou!!!!

  • Lilian diz

    Vc tá é bebendo demais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *