O Último Refúgio Masculino.

“Outro dia alguém me disse o seguinte: “”o mundo era dos homens, foi tomado pelas mulheres e estaria sendo dominado pelos homossexuais, porém eles não contavam com os estagiários…””. Essa frase faz muito sentido sim, mas eu acho que as mulheres é que estão por cima, no topo, ditando as regras.

É só pensar um pouco. Hoje, as mulheres votam, trabalham, estudam, governam, isto é, mandam mesmo. Aliás, já mandavam, só que antes, dentro de casa e agora, em todos os lugares.

Tentei imaginar alguns refúgios, para nós, homens, desesperados por liberdade e autonomia. Casas de prostituição, por exemplo, apresentam muitas barreiras: o preço de tudo é muito alto, mesmo quando se busca paz e sossego. Além do mais, os celulares de hoje tem GPS, não adianta mais usar a velha desculpa de trabalhar até tarde. Elas nos acham, nos encontram e ainda vão nos buscar.

Jogo de futebol com os amigos, doce ilusão. Enquanto você joga, mal, ela e as amigas ficam tomando água mineral, comendo salada e rindo do seu desempenho ridículo. Você consegue conviver com isso? Além disso, o futebol feminino é um esporte difundido e ela, provavelmente, vai querer jogar no mesmo clube e hora que você. Apenas uma coincidência.

Bar. Esse sim é o último refugio masculino. Bebida, comida gordurosa e um bom papo com os amigos. Não há invasão. Pena que os bares tenham se modernizado, mudado o cardápio e se adaptado a esse novo mundo, feminino. Elas também sempre vão junto, não adianta discutir.

Pois bem. Só a lei, a ética e a moral poderiam nos garantir esse lugar recluso e exclusivo. O banheiro masculino. Nesse elas não entram. Será? Seria bom se fosse verdade. Esses dias eu fui na academia tomar banho, afinal acabou a água no prédio. Entrei feliz e contente no vestiário masculino e o que eu encontro? Crianças (meninos) desesperadas e mães dando ordens para todo lado. Saí do banheiro, olhei a placa… a verdade doeu: era o vestiário masculino mesmo. Voltei e bradei em alto e bom som:

– Então….preciso tomar banho.
– À vontade.

Demorei para conseguir que elas saíssem, civilizadamente, para tomar meu banho. Quando elas saíram, os meninos me olharam como se eu fosse um herói, mesmo que só naquele momento. Precisamos tomar providências urgentes, o último refúgio masculino está caindo.”

Compartilhe!

2 Comentários on "O Último Refúgio Masculino."

  • Ricardo Alter diz

    Bem, vamos levantar poeira e colocar polêmicas… O site cronistas reunidos é um dos último redutos masculinos… não tem nenhuma mulher cronista pô. A não ser que você entre na “questâ” de falar sobre os desejos sexuais do Rafa… hihihi

  • Cara, muito boa. Estas mulheres devem nos dar espaço! Vamos fazer uma revolução! No bar, não entra mulher (pelo menos, as oficiais não)!

    Já no banheiro, eu até achava bom…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *