Gota d´Água

Nunca esqueci a primeira vez que a vi. Foi durante um belo dia de verão europeu, no banheiro de um castelo. Não tinha como deixar de notá-la. Ela, tão contemporânea, bem ali, no meio de tanto passado. Fiquei até sem jeito, sem saber como chegar nela. Como pegar nela. Afinal de contas, não tinha registros. Pôxa, como é que eu ia fazer para usar uma pia sem torneira?

A sorte é que eu tinha entrado no banheiro para jogar uma aguinha no rosto. Já imaginou se o objetivo fosse outro? Ia ser dramático. Ainda bem que o que eu queria era usar a pia, mesmo. Assim pude gastar tempo à vontade para tentar entender como ela funcionava. Procurei por botões na parede, no balcão, em tudo que é lugar. Procurei até por um pedal, igual àqueles que acionam a água em consultórios de médicos e dentistas. Palavra. Só muito mais tarde descobri que ela era acionada por células fotoelétricas. E depois ainda que soube que não devia me sentir estúpido por ter tomado tamanho baile dela. Aquela não era uma pia qualquer. Era uma pia inteligente.

De lá para cá, o banheiro todo ficou mais esperto. Além das torneiras com diferentes QIs, temos também os secadores de mãos e exaustores superdotados. Mas, convenhamos, é difícil de acreditar na superioridade intelectual dos lavatórios. Especialmente porque não fizeram nada além de complicar os processos. Lavar as mãos costumava ser bem mais fácil. Antes nós só tínhamos que regular a pressão, esfregar as mãos, enxaguar, e depois usar umas oito toalhas de papel para secar. Nada mais. Tente fazer isso em um banheiro moderno. Ou você meleca a pia de sabão, de tanto apertar o botãozinho para ligar de novo a água, ou você fica mexendo as mãos feito um tonto até o sensor se dar conta de que elas estão ali. Para enxugar, outro tormento. O mais normal é sermos obrigados a usar a máquina de ar quente, conhecida por conseguir, ao mesmo tempo, queimar a pele e mantê-la molhada. Outra opção é o pano moto-contínuo. O pano moto-contínuo é uma imitação de papel toalha gigante que fica presa na parede. Aquele troço que você tem que ficar puxando e teoricamente faz uma auto-limpeza a cada volta que dá. Teoricamente, porque no mundo real ele fica cada vez mais nojento. Agora, o golpe de misericórdia é o exaustor. Mais comum em lugares menores, ele começa a funcionar quando a pessoa acende a luz do lavatório. Assim o estabelecimento todo fica sabendo que tem gente e pressupondo o pior. Adeus benefício da dúvida. Um banheiro desses não pode ser considerado inteligente. Pode ser chamado de sádico, e olhe lá. De inteligente, jamais.

Os sanitários automatizados só vão funcionar direito quando os inventores desses trecos desistirem de tentar padronizar o comportamento humano no WC. Ir ao banheiro é um ritual único, pessoal e intransferível. Não existem duas pessoas que façam igual. Por isso, enquanto a pia não souber a pressão certa para a água não espirrar e o secador não adivinhar a temperatura que eu gosto, eles não serão mais do que engenhocas. Só vou chamá-los de inteligentes quando aprenderem que cada um faz o que quer entre quatro paredes azulejadas. Até lá, lavo as minhas mãos.

Compartilhe!

7 Comentários on "Gota d´Água"

  • Murilo Boudakian Moyses diz

    Paulão, esse tratado sobre banheiros tá excelente. Parabéns, e abaixo as pias inteligentes.

  • Rafael diz

    Eu já sabia. Falar sobre assuntos de relevância ímpar. Só vc mesmo Paulão, ficou muito boa! A pegada de sempre (no bom sentido).

  • paulo diz

    Eu também lavo minhas mãos.

  • Paulo diz

    Nâo esqueça de lavar tbm os pés e as axilas, ok? ;P

  • manda diz

    parabéns, seu moço… :D

    divertidíssima ;D

    esta é a melhor ;)

  • O mais odioso é o caso das torneiras-quese-abrem-automaticamente-com-jatos-fortes-e-violentos, que servem para que a água seja direcionada de modo que espirre nas mãos e chegue às calças. Bem na região que deixa a dúvida de qual torneira saiu a água…

  • Paulo diz

    Adivinha se não foi exatamente essa situação que me levou a escrever um tratado dessa natureza…. Sorte que deu para jogar a camisa por cima!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *