Perfeição

Em uma praia paradisíaca, pessoas desfrutam da paisagem em cenas alegres e felizes. O sol brilha intensamente, as ondas são perfeitas e redondas, como as mulheres (no bom sentido, é claro). No fim de tudo aparece uma maravilhosa mulher com um copo de……de………VODKA! “Vodka Bakunin. Desce redondo”. Isso mesmo meus camaradas, vodka. Assim seria se o socialismo tivesse sobrepujado o capitalismo, na verdade, este anúncio nem existiria. Porém o mundo poderia ter tomado rumos diferentes nesses anos.

A liberdade e igualdade entre as pessoas, a compaixão superando a competição, as economias, os países, os povos se ajudando. Haveria a compreensão do destino compartilhado, traçado pela igualdade entre as classes……………………..,melhor, sem classes.

Muitos desempregados estariam trabalhando ao invés de pedirem esmolas nas esquinas, seus filhos estariam, certamente, em uma escola do governo aprendendo as bases do socialismo e declamando odes ao sistema; estudando e aprendendo, crescendo.

Os hospitais atenderiam a todos sem as filas ou a barbárie dos postos e centros médicos. Cirurgias, internações, atendimento, tudo feito, na hora, por médicos especializados. Exames caros, feitos por equipamentos mais caros ainda, ao seu dispor.

Talvez estivéssemos vivendo em um mundo um pouco melhor, talvez estivéssemos falando castelhano e não o inglês. Talvez Cuba, fosse nossa maior influência e centenas de americanos estariam se atirando ao mar para tentar entrar no país de Fidel; diria não, mas eles continuariam a vir indiscriminadamente. O cinema moldado nos trabalhos de Eisenhower, as músicas seriam polkas, ou ritmos cubanos, apreciadas por barbudos tragando charutos enormes.

O socialismo poderia reinventar a história, melhorá-la, e até fazer do presente um lugar agradável, mas não teríamos a liberdade de escolher o número um no Mc Donald’s, não beberíamos litros de cerveja e não teríamos assistência médica 24 horas por dia com direito a helicóptero e carência zero ( a propósito é só ligar 231- ????).

É nem tudo é perfeito.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *