Digressão em um bar qualquer

Estavam os dois na mesma mesa, contando vantagem.

– Pô, você lembra quando eu peguei aquele garrote na unha?
– Que nada! Fui eu.
– Você uma ova. Fui eu.
– Ah, foi sim! você é o valentão, mesmo.
– É, sou decidido, arrojado mesmo!
– É nada, eu que sou destemido, despachado, afuleimado.
– Afuleimado, é? Eu sou o bamba, “brother”; batuta, caborjudo. Sou o brabo.
– Que medo ….. Brabo coisa nenhuma, tem que ser que nem eu: chegador, colhudo, cumba, cupinudo. Um cara cutuba, danado. Dente-seco.
– Rapaz, sou eu que peguei aquele garrote e portanto sou eu o tranca-ruas, o acaba-novenas, o acalenta-menino. Sou quase um anhanguera ou um areña.
– Meu irmão, quem arranca-toco aqui sou eu. Eu sou o bambambã, o aspa-torcida, o bichão. Como diria um compadre meu: o cabra-de-peia.
– Mas rapaz …. tô te dizendo, fui eu que peguei o bicho. O cabra-macho, cabra-onça, cabra-seco, topetudo; sou eu!
– É não! Eu sou o coronilha, cotriba, couro-n’água, curema, desmancha-samba …….
– … Espanta-patrulha.
– Fecha-bodegas.
– Grulha, guampa-torta.
– Guasca-largado, lanfranhudo, machão!
– Maludo, onça, peitudo e polvadeira!
– Quebra-feio, surunganga, tabijara, taita. O tira-prosa, é …
– Torunguenga!
– Trabuzana!
– Truco-fecha!
– Tuntunqué!
– ….
– Venta-fura, tupina, tureba, turuna …….
– …
– Desiste?
– …
– Como ia dizendo, fui eu quem fechou aquele garrote ……..

Com ar de desdém, cutuca seu colega – desolado – e diz:
– Foi não, pusilâmine?

Compartilhe!

5 Comentários on "Digressão em um bar qualquer"

  • Anninha diz

    Gente, depois dessa percebi o quanto sou inculta! *rs*

    Anda estudando vocabulário popular, é, Rafa?!

    Ficou mto legal, rapaz!

  • Jacaré diz

    Rafa, abre o jogo: qual o nome do dicionário?

  • Rafael diz

    Não é que estudei …….. foi apenas uma digressão da qual quase não escapei vivo, hehe.

  • Ricardo diz

    Caramba mamute!

    Umas das mais divertidas que eu já li !! Parabéns mesmo !! Tá muito engraçado!

  • paulo diz

    caralho! me empresta um destes dicionários pelo amor de deus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *