Presente de Natal

Na sala de espera estão assim dispostas: Clara, Marisa e Joana.

Joana começa, impaciente com a demora:
– Menina, filho dá um trabalho né?
– Pois é, o meu está naquela fase terrível.
– Nem me fale! Como é seu nome, mesmo?
– Clara, e o seu?
– Joana.
– Olha, o meu está cada dia pior! Eu não posso ir à lugar nenhum que ele fica pegando tudo! Quer isso, quer aquilo, olha…um inferno!
– Nem me diga! Ainda mais nesta época do ano: Papai Noel, brinquedo, corre pra comer, corre pra comprar, “mãe quero isso”, “mãe quero aquilo”.
– É verdade, eles ficam loucos com essa história de ganhar presente, “mãe compra pra mim?”, “mãe compra pra mim?”. Ninguém merece!
– Quantos anos têm o seu?
– Sete, e o seu?
– Nove.
– Esses dias o “meu” viu um brinquedo desses japoneses que só falta falar…
– Iiiii você não sabe de nada, eles já falam!
– Nossa, estou atrasada mesmo! E eu achando isso o fim!
– Pois é, agora eles querem tudo e tudo se mexe e fala… o pior é que com tudo isso eu ainda não consegui comprar nada pra ele, é tanta coisa que não dá! Ele me pediu um tal de Robô Lord Venom do Maxi Steel. Não acho em lugar nenhum! Não faço nem idéia do que seja, além de ser um robô e ainda assim posso estar enganada.
– E o meu que pediu um tal de Winning Eleven Special Edition Competitive, acho que é videogame, preciso perguntar pra algum sobrinho meu pra ver se algum deles me ajuda, porque está impossível de achar esses presentes. Antigamente era tão mais simples né? Uma boneca, Barbie; uma bola de futebol, qualquer marca; ou um carrinho, roupa, sei lá, era diferente.
– É mesmo, cada dia fica mais difícil e caro, também, né?
– Menina, não tem condições de andar nos shoppings da cidade, qualquer um em qualquer dia ou horário da semana…está uma loucura! Você não acha…desculpa, qual é mesmo o seu nome?
– Marisa.
– Você não acha Marisa?
– Não.
– Nossa você deve ter comprado tudo antes né?
– O seu filho deve ter pedido uma coisa mais fácil também. Isso é que é filho bom, pede uma coisa simples pra mãe e facilita nossa vida né? Dá até tempo pra ir no cabelereiro.
– É mesmo, queria que meu filho tivesse pedido uma coisa fácil assim de achar!
– Nossa fiquei até curiosa! Você desculpa eu perguntar Marisa, mas é que a gente fica curiosa com essas coisas, né? Sabe como é mulher…
– Ainda mais mãe, né?
– Um japonês. Ele me pediu um japonês.

Compartilhe!

2 Comentários on "Presente de Natal"

  • diz

    E ela deu?

  • HAHAHAHAHA !! você inventou uma piada! genial! muito boa! parabéns, Mamute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *