Bzzzzzz

A vida é injusta, muitas vezes. Como pode o pernilongo ser uma unanimidade e a Ana Paula Arósio, não ? Tem maluco que diz por aí que o cabelo dela não estava bom no último filme da Embratel, ou que a risada dela é feia (todos esses merecem morrer com dor, é claro) mas nunca vi alguém dizer que o pernilongo é legal.

Todos os habitantes do planeta odeiam o pernilongo, e concordam: este é o ser mais chato que existe. Eu também acho, mas as pessoas sofrem demais pela sua incapacidade de lidar com este ser tão idiossincrático.

Como diria Millôr Fernandes e Oswaldo Montenegro, o chato é aquele cara que te conta tudo tim-tim por tim-tim e depois ainda entra em detalhes. A única coisa que realmente importa pra ele, é a sua atencão, não o seu sangue. Quem gosta de sangue é vampiro.

O pernilongo buscou por milênios, uma forma eficiente de atrair a atenção dos humanos, e encontrou no “bzzzzz”, a perfeição. Tudo que o pernilongo quer, é ver você movendo seus braços pra cima e pra baixo, ainda por baixo do lençol (como faziam aqueles fantasmas no Scooby-Doo) até o momento máximo, o climax, aquilo que provoca um prazer orgásmico em qualquer inseto: o auto-tapa na orelha.

O auto-tapa na orelha, seguido de um sonoro: “Filho da p …” é a prova contumaz de que tamanho não é documento, e de que o chato sempre vence.

Tente um dia, não se irritar com o “bzzzzz”. Prove, pelo menos uma vez, que você pode ser mais chato, a ponto de irritar um pernilongo. Fruste-o, e mostre que, pela seleção natural, você já está adaptado ao meio, e o “bzzzzz” já não significa mais nada pra você. Quando você menos esperar ele partirá.

Como fazer isso ? Bom … pense em algo que consuma sua atenção integramelmente, que faça você entrar num universo paralelo, que preencha seus pensamentos e lhe proporcione a felicidade completa. Resumindo: Ana Paula Arósio.

Compartilhe!

7 Comentários on "Bzzzzzz"

  • Rafael diz

    Put…..que o p….. Muito bom. Volta em grande estilo. Hermético, fechadinho. Um texto ………….. redondo. Pode separar esse como um dos melhores.

  • Carol diz

    Óóóóótima!!!! Parabéns Rick!!!

    Beijo,

    Carol

  • paulo diz

    A crônica começa com Ana Paula Arósio e termina com Ana Paula Arósio. Só podia ficar maravilhosa mesmo! Mandou muito bem, mamute.

  • Anninha diz

    Coisa de profissonal. Ficou realmente muito bom e muito gostoso de ler.

    Só tenho que dizer que apesar de maravilhosa, não seria a Arósio que me levaria a um universo paralelo ou me colocaria em estado de graça, claro. Mudando essa variável, acho que até dava p/ encarar o desafio.

    Show, Ri!

  • ahahahahaha…… não poderia ser a Luize Althenhofen também? Ou será que aí o pernilongo que ficaria distraído? A ver….

  • paulo diz

    Perfeito! A trama tem todos os ingredientes: uma atriz linda e talentosa (quem foi que disse que ela não é uma unanimidade?); um vilão chato e ardiloso, com um terrível plano: o auto-tapa; e um final genial. Parabéns.

  • cara…pqp, essa foi f. Como estou lendo sem qualquer ordem de sequencia, me perco entre o selogios que gostaria de te fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *