Rosana, eu não estou bêbado!

Um dos principais problemas de se escrever um texto enquanto se está bêbado, é que você nunca acha a letra “V” no teclado. Como tudo está aparecendo em “duplicata” aquela letra entre o “CC” e o “BB” é o “W”e por mais que você tente, é muito difícil escrever um texto sem a letra “V”. Mas bêbado que é bêbado não desiste facilmente de expor suas idéias. Com “V”, ou sem “V”!

Eu, por exemplo, acho que esse problema dos monitores modernos ficarem se mexendo de um lado para o outro, é realmente muito chato. Eu, se você quiser saber, já estou ficando tonto.

Um dos principais problemas de se escrever um texto bêbado, é que você nunca sabe se um sóbrio conseguirá entender o que você quis dizer. Um bêbado sempre entende outro bêbado, mas eu não sei se você está me entendendo. Eu gostaria muito que você me entendesse, porque você sabe, né!? Eu te de considero pra caramba! Você mora aqui, dentro do meu peito!

Um dos principais problemas de escrever bêbado, é a grande probabilidade de se tornar redundante. E eu odeio pessoas repetitivas.

Um dos principais problemas de escrever bêbado, é a grande probabilidade de se tornar redundante. E eu odeio pessoas repetitivas. Ainda mais aquelas que não param de repetir!

Coesão é uma coisa que não existe num texto bêbado. Eu, por exemplo, acho que esse problema dos monitores modernos ficarem se mexendo de um lado para o outro, é realmente muito chato.

A probabilidade de um bêbado escrever probabilidade como “pobrabilidade”, “problablilidade” ou “plobrabilidade”, é muito grande. Eu, se você quiser saber, já estou ficando tonto.

Não sei o que leva um bêbado a escrever um texto. Eu, por exemplo, odeio pessoas repetitivas!

Um dos principais escritores bêbados de problemas de texto, disse um dia que o bêbado é um …

Cadê o “V” ? O que esse “W” está fazendo entre o “CC” e o “BB” ?!

Um dos principais problemas de bêbado, é não se lembrar do que estava falando, e nunca completar um raciocínio.

Falando nisso, eu acho que estou um pouco bêbado.

É isso …

Alguém disse alguma coisa sobre problabilidade aqui?

É melhor esquecer todo esse papo sobre monitores. Tou ficando com sono.

É … pois é …

Acho que eu vou dormir.

Compartilhe!

8 Comentários on "Rosana, eu não estou bêbado!"

  • Ricardo Alter diz

    Isso que é conversa de bebado… E melhor, sem bafo de caxasha!!!

  • Pedro Coelho diz

    Mais uma crônica muito divertida, Ricardo! Aliás, essa crônica está bem divertida. Sabe que ela me divertiu? Bom, o importante é que o monitor parou de tremer. Por isso, parabéns por essa crônica divertida!

    (eu não estou bêbado)

  • Leopoldo diz

    Tipo Assxim… Eu te entendo cara! Shhhinxeramente…. tipo… é…

  • Rafael diz

    Putz, que é que tem aquele lance dos monitores mesmo?

  • anninha diz

    Putz grila, Rics! Vc se supera! Puta vida! TÁ MTO BOM O TEXTO!!!

    Deu até vontade de participar dessa bebedeira toda…

    A-M-E-I! Vc conseguiu realmente me transportar pro meio da sua bebedeira (tá! não vem c/ o papo de que me transportar p/ qualquer bebedeira é extremamente fácil… eu tô controladinha ultimamente *rs*). Achei realmente glorioso!

    Fora que adorei que alguém finalmente entendeu mais ou menos o estado em que eu estava quando escrevi o “Todo dia” *rs*

    É bem o que vc falou, sóbrio não entende o que o bêbado quis dizer qdo escreveu… nem mesmo se esse sóbrio for o próprio bêbado… *rs*

    Bjo.

  • paulo r vasconcellos diz

    vou sair pra beber e depois eu leio sua crônica para entender melhor. Pesquisa de campo.

  • HILÁRIO,VC É MT BOM

  • Nadal diz

    Pior do que escrever ou dizer qualquer abobrinha bêbado é tentar comentar textos alheios bêbado (damn! eu deveria ter bebido menos vodka antes de escrever esse comentário – será que eu digitei algo errado ao escrevê-lo, por ter bebido?).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *