Ciclos de Vida

Com o passar dos anos está ficando muito claro pra mim que, assim como no ciclo de vida tradicional, na vida profissional passamos pelo mesmo processo. A parte do “reproduz” no segundo caso pode dar justa causa, mas em linhas gerais, acho que dá pra fazer um paralelo bem próximo.
É mais ou menos assim.

– Universitário = Bebê. O projeto de profissional ainda vive num ambiente controlado, mimado por todos os lados, sem saber lidar nem com as próprias cagadas. Sua principal preocupação é a hora da comida (cervejadas, churrascos, e por aí vai …) e tudo que virá pela frente, ainda está longe demais pra virar preocupação.
Expressões típicas : Buááááá!!, Cof-cof-cof-cof!!, Burp!, Uhúúúúúú!!, Aêêêêêê!!, Zzzzzzzz!!.

– Estagiário = Criança. A pessoa já aprendeu a falar, já sabe o que é errado e o que não é. Chora um pouco nos primeiros dias de aula, mas depois começa até achar divertido. Fazer as lições é um pouco chato e repetitivo, mas ainda assim, tem medo de levar bronca das professoras e diretores, então vai levando (mesmo porque apesar de chatos, os deveres nem são tão difíceis). Adora mesmo a hora do lanche (principalmente nas festas de fim de ano), pra ficar zuando com os novos amigos.
Expressões típicas : Buááááá!! Uhúúúúúú!!, Aêêêêêê!!, Zzzzzzzz!!, Nossa!!, Que legal!!, Eu quero!!, Não foi culpa minha!!, Estagiária nova!!

– Profissional Júnior = Adolescente. O cara começa achar que já entende da parada. Afinal de contas, já fez faculdade, passou por um estágio e agora tá no ponto de dominar o mundo! Aquele bando de velhos que estão acima dele não sabem de nada. Se ele tivesse no lugar deles, aí sim a vida ia ser boa. Mas quando tem que assumir qualquer responsabilidade maior, reclama que nunca tinha tido que fazer aquilo antes. Em contrapartida, normalmente tem uma energia irritante pra trabalhos braçais (que considera os mais importantes de todos) e se acha o máximo fazendo viagens só porque a firma tá pagando tudo (trouxas!). Alguns começam tentar a seduzir os pais das formas mais questionáveis pra ganhar aumento na mesada. Outros acham esse tipo de vida tão louco, mano, que prefere ficar por aí ad infinitum.
Expressões típicas: Que legal!! Eu quero!!, Não foi culpa minha!! Se eu tivesse no lugar dele …, Esse final de semana eu me acabo!, Não vai dar tempo! Essa estagiária nova, heim?!

(Nota do autor: daqui em diante, a coisa fica um pouco mais nebulosa. É muito mais fácil falar duma fase que você já passou por completo …)

– Profissional Pleno = Adulto. Algumas alegrias e decepções depois, a pessoa já sabe que nem tudo funciona como deveria, mas é assim que as coisas funcionam. Na média, o profissional entende que tem uma série de deveres e responsabilidades. Maiores responsabilidades incrementam a conta bancária mas também podem diminuir as horas de sono e vida pessoal. Vai da personalidade da pessoa caminhar na direção que mais a realiza.
Expressões típicas: Se eu tivesse no lugar dele…, Esse final de semana é melhor eu descansar., Ainda não tá pronto?, Eu mato aquele moleque!, Bela estagiária …

– Sócios, Donos, etc. = Idoso.  O sujeito já entendeu como funciona o jogo. Não tem mais paciência pra lidar com o que não faz diferença. Adora ter gente achando que é mais esperta que ele por perto, porque sabe que aí as coisas vão continuar sendo feitas como ele quer. Tem uma certa complacência com aqueles que seguem um caminho próximo ao seu e por conta disso, algumas vezes, protege gente que ninguém entende o motivo. Continua tocando o negócio mais por hábito do que por necessidade.
Expressões típicas: Não quero saber!, Não me interessa!, Quando eu comecei …, Num tenho mais idade pra isso! Esses meninos …,Que que essa menina faz aqui mesmo??,

– Aposentado = Morto.  Pode acabar no Céu ou no Inferno.  O resultado de todas suas ações ao longo de vida vai determinar o seu destino final.
Expressões típicas: No meu tempo …, Num tenho mais idade pra isso!, Esses meninos …, Cadê meu pulôver?, Ah se eu fosse mais jovem …

Enfim … Agora só resta torcer pra chegar nessa fase pronto pra assumir um lugar lá em cima. E me dá licença que vou pra minha missa. Xo Satanás!!

Compartilhe!

3 Comentários on "Ciclos de Vida"

  • Kris diz

    Não bastasse a adolescência pessoal mais essa…

    Inferno!

  • Ah, Ricardo…adolescente de fato não dá…

    Quanto tempo, moço! Um beijo.

  • Leonardo Lobianco diz

    Parece que sumiram uns cronistas, o q q aconteceu?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *