A Falácia do Solteiro

Poucas frases me provocam tanta vontade de rir como:
–    Ah se seu tivesse solteiro! Essa loira ia ver só …

Desculpe amigo, ela não ia ver nada que já não estivesse vendo.

Fico impressionado como a maioria dos homens que namoram/casam/se enrolam/etc. e tal, por um tempo razoável, começam a se sentir como grandes pegadores reprimidos.

Só porque já estão há um tempo com o “burro amarrado na sombra”, sentem que o mundo se transformou num cardápio delicioso de mulheres ao seu dispor que, infelizmente, eles não podem apreciar pela sua condição de “commited” (como dizia o orkut).

Não, amigos indisponíveis! Elas não estão ao seu dispor. Se você se esforçar um pouco pra se lembrar, quando solteiro você passava tanta vontade ao sentar num bar no verão, numa tarde de domingo na Vila Madalena, como passa agora, ao tentar disfarçar da sua pequena o olhar praquela morena gostosa de vestidinho, que teima em passar na sua frente o tempo todo, SÓ pra te provocar (nada a ver com o fato dela ser a garçonete daquela área do bar, imagina…).

Ok, devo reconhecer que o parágrafo anterior não se aplica ao Ricardo Mansur, Rodrigo Santoro, George Clooney e mais 3 ou 4. Mas, excluindo esses caras, todos nós, homens desgraçadamente comuns, não fazemos porcaria nenhuma em 90% dessas situações. A única vantagem da solteirice, no caso, é poder olhar pra tal morena sem táticas canalhas de disfarce.

O problema é que nos outros 10% fazemos algo. E aí dependendo das condições normais de temperatura e pressão a bola entra. Gol!!

E são essas bolas criam a tal “Falácia do Solteiro”.

Realmente existem noites (e dias) na solteirice, que seriam dignas de serem contadas pelo Hugh Hefner. Todo homem solteiro tem seus momentos. O grande problema é se enganar sentenciando a coitada da namorada/esposa/rolo/etc. e tal, como a grande culpada pela privação desses momentos mágicos. Mentira. Calúnia!

A moça não tem nada com isso, amigo. Você não ia fazer nada com a garçonete. Eu garanto. Se o relacionamento está bom, dê valor àquela que está com a mão repousada na sua coxa, mesmo você olhando praquela mocréia com um vestido breeega, que você ganha mais.

E pra piorar, existe a fase 2 (e mais perigosa) dessa falácia : o fim de relacionamento.

Conheço muitos caras que depois de décadas pra conseguir sair de um relacionamento doentio, daqueles que só existiam de verdade no status do Facebook, começam a questionar a solteirice, reconsiderando voltar pro inferno que estavam. O motivo?

– Num tenho ninguém pra sair esse sábado! Se for pra ficar sozinho, volto pra Fulana (também conhecida como aquela que xinguei pelos últimos 9 meses da minha vida).

Então, animal! É assim que funciona. Lembra que você vivia reclamando dos sábados que tinha que sair com aqueles amigos idiotas da mala da sua namorada? Pois bem, na solteirice vão existir noites tão chatas como aquelas (e você aí reclamando, sendo que seu PS3 ainda está coberto de pó e já faz 2 semanas que você acabou o namoro!).

Enfim … não sou a favor da solteirice, nem do comprometimento. Apenas sou a favor das coisas feitas pelos motivos certos.

Se está com alguém e na média a relação está legal. Fique feliz! Isso é cada vez mais raro.

Se está solteiro, curta!  E aproveita o lado bom disso sem medo, mesmo que a carência bata na porta de vez em quando.

A sabedoria está em se reconhecer que mesmo com os motivos certos (seja comprometido, seja solteiro) terão momentos que o outro lado vai parecer muito mais divertido. E não se pode culpar ninguém por isso. É assim que as coisas funcionam. Não se pode ter tudo.

Compartilhe!

5 Comentários on "A Falácia do Solteiro"

  • Lígia diz

    Mandou muito beemmm! Não se pode ter tudo e também não se pode culpar ninguém por isso… e do ponto de vista feminino, concordo plenamente =]

  • Peraí! Agora você quer que a gente seja RAZOÁVEL? De onde você tirou essa idéia ma-lu-ca?

    Vai te catá mamute. :-)

  • Beto diz

    Cara, mandou super, hiper bem !!!! Realmente ai está reproduzido todos os comportamentos com relação ao termo de solteiro !!!! BOA mesmo

  • Sil diz

    Ninguem está inteirmente satisfeito… Se está solteiro, anseia por ter alguem com quem possa dividir e se está casado cobiça a liberdade da solteirisse. Homens e mulheres criam a ilusão que algo extraordinário aparecerá e acabará com a mornidão e o conforto de uma vida que se estende insosamente.
    Não culpo aqueles que buscam uma paixão avassaladora disfarçados num relacionamnento por mêdo de estarem só. Em nossa sociedade os heróis são os que”chutam o balde” em nome de paixões ardentes. Porém ninguem sabe o que acontece depois que estes tais heróis saem de cena. Serão felizes para sempre? Morrerão e assim se livrarão da trágica comédia relação a dois?
    Pouco se fala sobre aqueles que presistem em deslocarem o balde para estancar as goteiras.
    Uma relação que “na média está legal” é raro mesmo.

    Seu texto levantou algumas questões…

    bj!

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *