Dear Hacker

Nós te amamos. Sim, nós aqui, dos Cronistas Reunidos, achamos você, nosso hacker, o máximo. Sério, ó, de coração. Nunca pensamos que um dia chegaríamos a esse ponto, mas você nos ajudou. Que presentão de Natal!

Pensa bem, raciocina: quais sites tiveram o privilégio de serem hackeados? Yahoo, Amazon, UOL, CNN. E o Cronistas Reunidos. Sim! Coisa de gente importante.

De alguma forma, a gente chegou até a Austrália, onde você deve estar agora, se sua casa ainda não foi queimada. Perdão, não queria tocar em um assunto tão delicado. Não, não vou fazer piadinhas de cangurus com fogo no rabo,
prometo. Olha, se precisar, na casa do Paulão tem até piscina, estamos à disposição.

Mas provavelmente você não vai precisar, porque é bastante esperto. Apenas 17 solstícios (se você estiver traduzindo este texto, quero ver achar “solstício”) e já tão matreiro (quero ver achar “matreiro”). Conseguiu derrubar, ou melhor, tomar para seu o nosso domínio. Sabe que até gostei do nome? Shadows Domain, me pareceu assim, sei lá, meio sinistro, um tanto obscuro. E aquele ninja, hein, será que você gosta de karatê, essas coisas? Eu acho legal. Só queria te dar um toque: sabe, depois que os chineses inventaram a pólvora, não é preciso muita arte marcial não. Com apenas um tiro dá pra resolver muita coisa. Sei lá, você poderia trocar aquele japonês por um australiano de revólver. Ou pelo Crocodilo Dundee, mas não pegaria muito bem.

Na minha cabeça uma dúvida persiste: como é que você se interessou pela gente, hein? Será pela relevância do nosso site? Por causa dos nossos retumbantes acessos? Porque você gostou dos textos? Ou porque não gostou? Talvez você seja um parente muito distante do Hermínio, nunca se sabe. Sentiu inveja das caricaturas, e o pequeno Joe se negou a te desenhar? E o termo “rewbenio”, significa alguma coisa pra você?

De qualquer forma, não tem problema. A gente descobre o que aconteceu, e, se não descobrir, faremos crônicas a respeito. Não sabemos hackear nada, nem sabíamos que essas coisas são tão fáceis de acontecer. A única coisa que a
gente acha que sabe é escrever crônica. Se você considera nossos textos ruins, olha, não tem problema. A autocrítica é o oposto da esperança, é a última que nasce. Avisa que a gente pára, ou tenta melhorar. E se você se sentiu triste porque não publicamos nenhum texto seu, não esquenta. Demora, mas sai. Pode perguntar na vizinhança, a gente não falha não.

Enquanto isso, tenho uma sugestão pra você. Por que você não usa o seu frutífero tempo livre para invadir e roubar mais alguns sites por aí? A gente até pode te dar umas idéias de visibilidade. Por exemplo, se você conseguir entrar no site do prêmio Nobel de Literatura, mude o nome daquele indiano pelo nosso. Será um ataque e tanto, causará o maior rebuliço na história da internet. Todo mundo virá atrás da gente, aí você entra de novo em nosso site a aponta pro seu. Que tal? O prêmio Nobel ganha (descobriu que tem que melhorar o site), nós ganhamos (ficamos famosos), você ganha (teve muita visibilidade e mostrou o quanto é fodão) e o mundo inteiro ganha (por conhecer nossos textos).

O que foi? Não gostou da idéia, né? Tudo bem. A gente tem outras. Elas estavam bem aqui, mas a única que sobrou é tentar fazer ikebana com os dedos dos pés. Talvez dê certo. Paciência.

Pra terminar, só falta uma coisa: te agradecer. Rapaz, brigadão. Sem a sua ajuda, aposto que a gente nunca poderia chegar num barzinho e dizer, consternados: “Fomos hackeados! Que tesão!”.

Compartilhe!

9 Comentários on "Dear Hacker"

  • Lilian diz

    Ikebana com os pes?? Acho que essa historia de monografia afetou mesmo seus pobres neuronios…

  • Rafael diz

    Realmente não poderíamos fazer piadinhas com casas pegando fogo ou envelopes com pó branco.

    Ah, Esse ee o primeiro texto de oportunidade do nosso site, acho eu.

  • Paulo diz

    Na verdade o primeiro foi o do Joe sobre os atentados…

    Volpa, ficou animal. Me diverti!! hehehe

  • Mr. Hacker diz

    What the fuck is solstício?

  • Só me ficou uma questão: será que o Rewbenio leu?

  • Something that clashes with matreiro.

  • paulo roberto vasconcellos diz

    Mr. Hacker, I must say your are a donnut burner, a croquette wrapper, a sword swallow and a pillow bitter. If you know what I mean.

  • Barbara diz

    Show!! Eu não sabia que você também curte esse lance de bruxaria, solstícios e tal!! (será que dei bola fora????).

    Beijão, Volpa!!

  • Milena diz

    Oi…meu nome é normal…acho que dá pra perceber, mas…Rewbenio? parece um nome inventado, daqueles pra servir de disfarce…mas eu posso garantir que é o nome verdadeiro de um homem muito especial, que apesar de ser misterioso é bem conhecido na terrinha dele e está se destacando pelo Brasil…ele é meu irmão..e hoje estive procurando pela internet o blog dele e achei esse texto e um outro comentário a respeito dele, fiquei surpresa e achei muuuito engraçado, mas….fica o comentário da irmã fã, já que ele eu acho q não tomou conhecimento…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *