Resoluções

Nada como o arrependimento para criar resoluções. Quer um exemplo?

Você chega em casa depois de um porre daqueles. Vai direto ao banheiro. Enquanto abraça o vaso sanitário, pensa: “Nunca mais vou beber!”. Para confirmar sua decisão, solta mais uma golfada.

Na manhã seguinte, dor de cabeça. Muita água, sal de frutas e o que mais curar a ressaca. Então você murmura: “Nunca mais vou beber tanto”.

Uma noite bem dormida, as idéias clareiam, e você já consegue refletir melhor sobre o assunto: “O problema é misturar bebida”.

Meio da semana, você ouve no rádio um comentário sobre tintos. O tipo de uva, a cor, o aroma, o buquê. Forma arredondada, expande no palato, tem um retorno agradável. “O importante é saber apreciar o que toma. Não pode é encher a cara”.

Passam-se mais uns dias, um amigo faz aniversário, você na festa avisa: “Só uma taça, estou de carro”.

O vinho está bom, mas o melhor para refrescar é cerveja. No aperitivo um uísque, acompanhando o peixe um branco, com a sobremesa vai bem um licor, e a champanha na hora de comemorar. Aniversário de amigo, tem que participar, dá um abraço cara, você sabe que eu gosto de você, não eu tô bem, deixa que eu vou sozinho, dá um abraço aí, pô Tiagão, a gente cresceu junto cara, eu te amo meu!…

Choro convulsivo.

Pronto, de poço de sabedoria a poço de álcool. Entendeu a lição?

Você não se arrependeu o suficiente. Da próxima vez, beba mais.

Compartilhe!

1 Comentário on "Resoluções"

  • diz

    Para uma abordagem científica do mesmo assunto, sugiro http://www.projetoockham.org, seção “Mitos”, texto “Misturar bebidas destiladas e fermentadas aumenta a ressaca”:

    “Estes sintomas aparecem quando a concentração de álcool no sangue está diminuindo e atingem seu pico quando esta se encontra próxima a zero, como bem sabe todo bebum que continua bebendo para evitar a ressaca”.

    Cronistas Reunidos não é brincadeira, é humor comprovado pela ciência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *