Atas do Nono Colóquio Internacional de Mamutologia Comparativa

São Paulo, 11 de março de 2005

1a sessão:
O pesquisador JICMN, atualmente em licença para realização de pesquisas mamutológicas na Europa, apresentou ao Colóquio os resultados parciais de suas últimas investigações. Para debater com ele, foi chamado o pesquisador PCMBB, renomado representante da escola de Mamutologia Cética.
Segue a transcrição.

Você conhece o MaMutante?

mas hein?

nascido de uma mutação genética, o MaMutante tem o poder de dar “fatality”
com ele sempre funciona
mas pouco já viram o Mamutante em ação
seus hábitos são esquivos
seu habitat desconhecido
nem o Discovery Channel conseguiu filmá-lo

Para mim, é lenda

sim, muitos julgam ser lendária a existência do MaMutante
todavia, o Museu de História Natural de Londres jurava conservar um espécime de MaMutante empalhado
até que uma comissão internacional verificou tratar-se de uma fraude
era, na verdade, um pássaro dodô
ou um preguiça-gigante, não lembro
ou talvez um megatério
enfim, não era um MaMutante
mas isso não quer dizer que ele não exista…

Nem tampouco que exista.

deve-se dar crédito à crendice popular quando relata a existência do MaMutante?
acho uma hipótese plausível

O que depõe contra é o fato de as histórias de MaMutantes serem sussurradas em meio a denunciadores suspiros, deixando clara a falta de solidez e o alto componente aspiracional das histórias

de fato
mas o MaMutante há de voltar
será então um dia de glória!

Zé, já falei que esse mano que te vende chá natural tá mal intencionado

não, é verdade, o MaMutante vai retornar

Vai…. e vai atuar junto com o Garoto-Trovão

e ele ensinará a todos os Mamutes como se dá um “fatality” irresistível
de sua toca no Triângulo das Bermudas, ele aguarda o momento propício
devemos manter a esperança

Larga esse chá, mano. E sai de perto da janela.

tudo bem, o MaMutante jamais prometeu que ensinaria a voar
eu só quero aprender o “fatality”

2a sessão:

O palestrante PCMBB, especialista em Iconografia Mamútica, contribui com uma abordagem interdisciplinar para a compreensão do significado mítico da lenda do MaMutante.

Segue a transcrição.

ei, Pedro, você conhece a lenda do MaMutante?

Non
conte-me, conte-me

c’est un hybride
um Mamute que sofreu mutações genéticas espontâneas e atingiu um grau mais alto na escala evolucionária
o MaMutante possui um poder especial negado a nós, reles Mamutes

qual, qual?

a capacidade de encaixar um “fatality” irresistível no momento certo!
é por isso que o MaMutante sempre se dá bem

em q contexto falamos de fatality?
“Finish her”?

isso, como você disse
é a abordagem que conquista definitivamente as pequenas
repare que nenhum Mamute à sua volta consegue fazer isso

como não?
Murilo não consegue?

[N. do E.: Referência ao lendário explorador MBM, que teria aprendido a dominar a referida técnica do “fatality” em suas viagens pelo Alto Tibete.]

ele conseguiu, mas em condições favoráveis
o MaMutante consegue sempre
mesmo se não estiver em CNTP
o que o torna uma entidade assombrosa

existe algum exemplo vivo de mamutante?

as últimas referências são longínguas

Hmmm

o populacho transmite pela via oral relatos de hordas de MaMutantes que percorriam as estepes de tundra na Finlândia
algum parentesco com os vikings, certamente
outras histórias se referem a ocorrências de MaMutantes nas florestas do Canadá
talvez tenham sido confundidos com Pé Grande, ou Paul Bunyan

MaMutante não seria o nome vulgar do cerolis mamutis?
tb conhecido como Cerol Mamute?

de fato
obrigado por acrescentar essa informação

é um típico espécime da famíla dos ceróis, aqueles q chegam cortando a linha dos outros e levam as gurias pra casa
claro q cada espécie tem seus hábitos e métodos particulares de caça

sim, sim
o comportamento dos MaMutantes costuma ser hostil aos Mamutes normais
porém, com o avanço da industrialização, a população de Mamutantes vem decrescendo
apenas se ouve relatos de espécimes isolados

já acharma ossadas de mamutantes então?

O Museu de História Natural de Londres dizia ter uma
mas a averiguação levada a cabo por uma comissão de peritos concluiu tratar-se de um pássaro dodô
ou um preguiça-gigante, não me lembro
ou um megatério…

hahahaha
esses ingleses

enfim, erro grosseiro
não era um MaMutante

o MaMutante está para o Mamute assim como o lobo para o chiuauha?

quase
até onde a comparação permite, sim
pois certas correntes de interpretação dizem tratar-se de um único exemplar, que vagava pelo mundo
um único MaMutante

Sei…

portanto, falta-nos até o presente momento a comprovação empírica cabal da existência desse ser semi-lendário
um ícone para todos nós
existe até mesmo uma seita que aguarda o retorno do MaMutante
tais Mamutes aflitos reuniram-se numa comunidade rural em Atibaia, onde aguardam que o MaMutante ressurja
o MaMutante os ensinará a arte do fatality
nesse momento, dizem eles, todos os Mamutes serão salvos

ele vai chegar junto com o cometa halley?

cometas são provavelmente uma manifestação de que a chegada do MaMutante está próxima
alguns dizem tratar-se de uma exalação produzida pelo arroto do dito cujo

uau
mas tb, já viu qts botões tem q apertar pra dar um fatality?

é difícil decorar a seqüência, né?

é
e tem q ser no tempo certo ainda
não dá tempo de pensar

dois pra direita, B, B, A, gira em sentido anti-horário, três para cima
nisso a mina já se mandou

é

estudiosos da Universidade de Oslo ligaram recentemente a figura do MaMutante à serpente mitológica Jormungand, que envolve Midgard acho uma hipótese por demais fantasiosa

assaz
por outro lado, é bom lembrar que a figura da serpente está associada em várias culturas primitivas à tentação

pois

uma arte indubitavelmente Mamutante

certamente

a Boiúna, no Brasil, por exemplo

veja só…
é um arquétipo recorrente nas mais variadas culturas
um sinal da onipresença do MaMutante?

diz-se que, na região, mulheres raivosas resolveram combater a imagem mítica do poder de sedução MaMutante e deram origem a um folclore banal como Yara
isso surge também na cultura européia na forma das sereias

compreendo…

e, certamente de algum jeito no oriente

uma figura feminina antagônica, disputando a primazia no jogo da sedução…

evidentemente

claro, no oriente

devo retirar-me para aprender mais sobre essa instigante criatura
obrigado por elucidar mts mistérios acerca do tema

conte-me se descobrir algo interessante

por decerto

foi um prazer palestrar convosco

é com segurança q asseguro o mesmo

publicaremos os resultados desta conversa nas atas do colóquio

aguardarei sua publicação ansiosamente

um trabalho do mais alto interesse para a comunidade científica e leiga

espero ler a transcrição em jornais científicos espalhados pelo mundo

a revista Nature já manifestou seu interesse
também a nossa Superinteressante

só nos resta aguardar o pronunciamento de Estocolmo
não anseio pelo Nobel, mas não o rechaçarei

poderemos destinar o dinheiro do prêmio às pesquisas na área

ou à reconstrução de uma casa na praia na Indonésia

alguma obra caridosa do gênero

certamente
despeço-me então

vá e seja feliz

sê-lo-ei
e digo-te o mesmo

agradeço compungido

ide, que eu me fude

3a sessão:

O experiente mamutólogo RCL, um dos fundadores dessa área de estudos, faz uma breve intervenção para indicar possíveis habitats do MaMutante.

Segue a transcrição.

o poder do MaMutante é saber encaixar um “fatality”

sim … mas Mamute que é Mamute não sabe bem fazer isso

pois é… mas o MaMutante sofreu uma mutação que deu a ele esse poder
ele é um híbrido
sua existência é lendária
há somente relatos esparsos de viajantes que dizem ter avistado MaMutantes no passado
porém, hoje em dia, a espécie parece estar extinta
snif…

sorry…

triste, de fato

pois é

o Museu de História Natural de Londres dizia ter guardado um espécime de MaMutante empalhado
mas era boato

hahahahahaha

era um pássaro dodô, na verdade

HAHAHAHAHHAA

ou um pregiça-gigante, não lembro bem

nem eu

portanto, o aspecto do MaMutante é uma informação perdida para todo o sempre

mas… nem tudo está perdido

não?

não! parece que existe uma comunidade no extremo leste do Chile… que vive em função da transmutação genética dos Mamutes, para tentar reviver essa grande lenda

com a ajuda das novas biotecnologias, o sonho de reviver o MaMutante poderá se tornar realidade
logo poderemos visitar “Mamurassic Park”

as condições climáticas do Leste Chileno, em conjunção com os Raios Solaris Beta que só incidem em ângulo reto, durante o equinócio de anos bissextos… enfim… tudo isso e mais um pouco é a nossa esperança

Fim das Atas

Compartilhe!

6 Comentários on "Atas do Nono Colóquio Internacional de Mamutologia Comparativa"

  • diz

    A comunidade científica espanta-se em silêncio diante dos resultados do colóquio…

  • Paulo diz

    Zé, as grande revoluções demoram para serem reconhecidas! Mas não esmoreça! Pessoalmente, rachei o bico…

  • Rafael diz

    Será no ano de 2015, o ano do Mamute, que ele surgirá! Aguardem!

  • Kris diz

    Meu Deus, eu não tinha visto que isso tinha sido publicado!!!

  • Genial, Amigo Zé! Não que eu tenha algo a ver com isso, absolutamente genial!

    Será q no dia q eles voltarem haverá uma espécie de confronto final!?

  • diz

    Algo do tipo “Mega Blast Ultimate Final Fatality Showdown”? Provavelmente.

    Espero você para arbitrar a contenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *